Filipe Barros pede fábricas de fraldas e absorventes nos presídios e ONGs


O deputado federal Filipe Barros protocolou hoje (10) indicações aos ministros da Saúde, Marcelo Queiroga, e da Justiça, Anderson Torres, para que sejam instaladas fábricas de fraldas geriátricas e infantis e absorventes higiênicos em instalações prisionais e de recuperação feminina, juvenil e masculina.


“Seriam ações positivas para o enfrentamento da vulnerabilidade da saúde menstrual, tema amplamente debatido na Câmara dos Deputados e com decreto presidencial que institui o programa nacional. São indicações práticas para o Ministério da Saúde sugerindo desde já a previsão de recursos financeiros na Lei Orçamentária Anual que seriam repassados para organizações da sociedade civil e municípios, além do Ministério da Justiça, que implementaria as medidas para fabricar os produtos higiênicos”, afirmou Filipe Barros.


O deputado esclarece que as indicações estão amparadas pelo recente decreto (10.989/2022) do Presidente Jair Bolsonaro.


“Temos um exemplo no Paraná que comprova as sugestões: a casa de Fraldas de Campo Mourão realiza um trabalho sério e competente nesta área, sem contar com recursos públicos federais para sua atuação. A instituição, criada há 13 anos, coleciona inúmeros prêmios e já distribuiu em torno de 1,8 milhões de fraldas na cidade e Paraná”, complementou Filipe Barros.



0 visualização0 comentário