Filipe Barros acompanha mutirão do Incra em Lerroville

Atualizado: 4 de jul.


O deputado federal Filipe Barros acompanhou hoje (30) o Mutirão que o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) desenvolve nos projetos de assentamento Eli Vive I e II, distrito de Lerroville, em Londrina.


“A atuação do Incra, por meio do Programa Nacional de Reforma Agrária (PNRA), tem foco na regularização fundiária e titulação de lotes em assentamentos e propriedades rurais, visando a segurança e a garantia para que o agricultor assentado tenha condições de manter seu trabalho e sua produção; por isso nossa presença hoje aqui em Lerroville, como forma de manifestar nosso apoio a este importante trabalho, explicou Filipe Barros.


“O mutirão, que seguirá até o dia 8 de julho, tem a finalidade de ajustes cadastrais com foco na titulação definitiva, verificação para aplicação de créditos fomento, fomento mulher e crédito habitação”, informa o superintendente do Incra/PR, Robson Luís Bastos.


Por meio de emenda parlamentar, o deputado federal Filipe Barros destinou R$ 900 mil à Superintendência do Incra no Paraná para a aplicação na regularização fundiária no Estado.


LIBERDADE - “Foi um momento de muita felicidade para mim poder ver o resultado do nosso trabalho com apoio do nosso Presidente Jair Bolsonaro e da equipe do Incra que realiza esta força-tarefa no Eli Vive. Estas famílias passarão em breve a ser proprietários de suas próprias terras, proprietários de suas próprias vidas porque com o título rural ganharão a liberdade e autonomia para produzir e serão donos de suas próprias casas”, reforçou Filipe Barros.


O Governo Federal está investindo R$ 30 milhões na regularização de terras no Paraná.


“Foi um momento também de emoção receber o abraço e o agradecimento de agricultores, como o do seo Sérgio que mora no Eli Vive I e, que também muito emocionado, nos relatou sua alegria e expectativa”, complementou Filipe Barros.


O mutirão em Lerroville teve início na terça-feira, dia 28, e acontece na quadra do Colégio Estadual Maria Helena Zavatz, que funciona junto aos assentamentos. Nestes primeiros dias estão sendo atendidos os assentados do Projeto Eli Vive I. A previsão da Superintendência Regional do Incra/PR é de iniciar neste sábado, dia 2, o atendimento aos assentados do projeto Eli Vive II.







194 visualizações1 comentário